INTRODUÇÃO ( E Urias?)

 

Um passeio no terraço, um olhar indevido, um desejo incontrolável, e a consumação de um pecado. Assim se resume o ato do rei Davi, que certa tarde acordou e foi passear em seu terraço de onde viu uma mulher chamada Bate-Seba, linda e formosa se banhando, esta era esposa de Urias, um dos valentes de Davi, que naquele exato momento estava na guerra defendendo sua nação cujo rei era Davi. E Davi enviou mensageiros a Bate-Seba chamando-a até o palácio real, e lá se deitou com ela.

Passado alguns dias, ela lhe manda um recadinho: “Estou grávida.” E agora? Aquilo que era somente uma aventura toma proporções maiores, pois agora tinha uma criança envolvida, mas Davi não queria que ninguém soubesse, então qual foi o pensamento dele: Trago Urias da batalha, ele se deita com Bate-Seba, e tudo está resolvido, certo. Errado!!! Davi enviou um mensageiro a Joabe, chefe do exército mandando que Urias voltasse do campo de batalha, e quando Urias chegou não quis se deitar com a esposa, dormiu na porta do palácio, e Davi tentou por mais vezes convencê-lo a ir a sua casa para se deitar com sua esposa e por várias vezes Urias negou, então Davi manda pelo próprio Urias uma carta a Joabe que tinha a seguinte orientação: “Ponde Urias na frente da maior força da peleja; e deixai-o sozinho, para que seja ferido e morra.” E Urias morreu!!!

Que história incrível! Marcada por amor, traição e morte. Vivida pelo homem que era segundo o coração de Deus.

E diante desses acontecimentos é que gostaria de analisar alguns fatos ao longo deste livro e penso: de quem foi a falha?

11995334675

©2020 por Alexandre Grego. Orgulhosamente criado com Wix.com