INTRODUÇÃO ( Síndrome de Eva)

 

Não há como negar que nós estamos vivendo em um mundo extremamente agitado e competitivo, onde cada dia mais as pessoas buscam lutar por sua sobrevivência e realização de seus sonhos. De certa forma, essa “competição” é saudável, pois nos dá ânimo e sentido de vida. Fala a verdade, como é prazeroso quando conquistamos algo que há tempo desejávamos!

Seja algo material, espiritual ou mesmo na vida amorosa, como é bom conquistar, avançar, desbravar. Isso nos traz um senso muito forte de realização. Poderia listar aqui muitas coisas que ao longo de minha vida conquistei, e sei que você que está lendo este livro também já conquistou. É nesse ponto que quero me atentar e gostaria que você prestasse muita atenção, pois disso depende sua vida.

Quantas coisas já conquistamos de forma correta? Várias! Esse é um processo que vem desde a nossa infância até a fase adulta. Porém, gostaria que pensasse agora sinceramente: Quantas coisas já conquistamos de forma errada? Com certeza, várias também. Calma! Não estou dizendo que somos trapaceiras ou enganadoras, mas que, por desconhecer princípios básicos de obediência, submissão e respeito ao próximo, às vezes, vamos atropelando tudo. Em nome da “conquista”, nos deixamos ser levadas por esse anseio.

Muitas vezes, no intuito de querer “ajudar” nosso marido, atropelamos sua autoridade, e não porque somos más, mas porque queremos apenas auxiliar. O problema é que qualquer ajuda e qualquer apoio que não estejam sujeitos à autoridade são errados. Então, ao longo de nossa história, abrimos pequenas concessões em favor da “conquista” e chega um momento em que precisamos parar. Ou paramos ou iremos colocar em risco toda nossa trajetória de vida.

Tenho certeza que você conhece mulheres que já passaram por esse tipo de situação. Chegaram a um ponto em que estavam usurpando a autoridade do seu marido, ou seja, “mandando”. Elas se tornaram a voz forte da casa, e talvez não fizeram por mal, mas a rotina e o desejo por conquistar as levaram a isso. Se observarmos as ações de Eva, veremos que, por desbravar o novo, por conquistar algo diferente, ela fez o que não lhe cabia e trouxe destruição para sua família e para toda a humanidade.

Que você possa ler este livro desarmada. Com certeza, o Espírito Santo te conduzirá ao posicionamento esperado pelo Pai. Por isso, gostaria que parasse a leitura um minutinho e orasse a esse respeito:

 

“Senhor que neste momento eu possa me desarmar de todo meu ‘eu’, de todas as minhas vontades e de todas as minhas razões. E que minha mente agora esteja livre para receber, através desta leitura, tudo o que o Senhor preparou para mim. Eu abro o meu coração para receber. Amém!”.

11995334675

©2020 por Alexandre Grego. Orgulhosamente criado com Wix.com